A escola Jardim Amanda

130

No início da década de 1990, aqueles que chegavam ao Jardim Amanda confrontavam-se com inúmeras dificuldades; falta constante de água, transporte público precário, falta de segurança, saneamento básico inexistente. Enfim, essa realidade ficou na memória; são lembranças, saudosas para alguns e tristes para outras.

Como saudosa e triste são as lembranças daquelas famílias que precisavam matricular suas crianças na escola. Nesse período, a única escola era aquela da SP 101, Ana Jose Boldini Januário. A Escola do Amanda I Eliseo Marson estava em construção. O Caic e as demais escolas ainda pairavam na dimensão do sonho do morador.


De concreto mesmo somente a Escola Ana Jose Bodini Januário em frente à Rodovia, e que décadas mais tarde fora transferida para a Avenida Santana em frente a antiga Faculdade Hoyler.


Por um bom tempo, a Escola Bodini abrigou os filhos dos moradores do Jardim Amanda. Mamães e crianças caminhavam até 2 km para chegar a escola. Hoje em dia, a realidade é bem outra,até escola em tempo integral existe, e os recursos comparados aquele período é bem diferente.

Mas, não era só a escola que ensinava algo as nossas crianças, e aos adultos. A dureza e a dificuldade daquele período em meio à poeira e a violência, aliado a alegria e a disposição dos moradores serviam de tarefas aos nossos pequenos. O Jardim Amanda foi e ainda é uma grande escola.

Fotos gentilmente cedidas pelos moradores Mauricio Vicente e Renato Figueiredo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui