Folhetim

O Fascismo da Cor

0
Em entrevista concedida ao Canal Pensar Africanamente, o professor Muniz Sodré expõe algumas idéias contidas no livro Fascismo da Cor. Nessa exposição do pensamento,...

A tática da Crônica

0
Afinal! Quem define o que é importante e relevante para você? A escolha pela prática do jornalismo vai muito além de se submeter as...

Doné Eleonora

0
Com Doné Eleonora de Oya. Doné não era só mãe de santo, era uma capoeira na acepção filosófica da expressão. Jamais correu da roda, jogou...

Não estamos em 1964

0
Guardadas as devidas proporções, da paciência, e ainda que a apologia à ignorância e a burrice transformou-se na modinha do momento. A modinha está...

Capoeirar. A Ginga como metáfora para vida

0
Na verdade, não se trata somente de uma simples ou singela metáfora. A ginga quer na capoeira quer na rua transcende a delimitação determinante...

Flor do Dendê de Mãe Eleonora

1
Com Doné Eleonora de Oya. “- Muito prazer, Mãe Eleonora” foi o que ela me disse, ao ser apresentada a mim pelo Rapper Aliado G...

O Nascimento da Crônica

0
Por Machado de Assis -1867 Há um meio certo de começar a crônica por uma trivialidade. É dizer: Que calor! Que desenfreado calor! Diz-se isto,...

Seja Malandro

0
A Lava Jato se transformou num dogma e arrebanhou mentes e corações de jornalistas e advogados acríticos. O lavajatismo é um dogma para setores da...

Domingo é dia de Crônica

0
Sempre aos domingos sou remetido às bancas de jornais e as crônicas de Rubem Alves. Leitor e colecionador das impressões de Rubem, adorava. O Caderno...

A crônica segundo Vinícius

0
O Exercício da Crônica/ O cronista trabalha com um instrumento de grande divulgação, influência e prestígio, que é a palavra impressa. Um jornal, por menos...