Pandemia e Responsabilidade

0
132

Boletim dominical. Quem dera pudéssemos pronunciar um dominical mais comum e aconchegante. Quem dera!a realidade concreta dos dias atuais é a seguinte, até ontem foram registrados 78 817 óbitos por Covid-19 e 885 mortes dia.

O número de curados da Covid-19 é infinitamente maior do que aqueles números que tristemente se noticia. Entretanto, o dado de interesse público é aquela ligada ao risco da morte. O vírus transmissor da Covid-19 como disse o Diretor de Emergência da OMS Organização Mundial da Saúde é quem está no controle no Brasil, ao contrário do governo.

Para além disso ou antes disso, existe uma realidade propicia a proliferação do vírus; a da ignorância e da irresponsabilidade, a maioria jovens potenciais assintomáticos jugam-se super homens e promovem encontros e aglomerações regados a bebidas e música alta.

Na semana passada, em pleno domingo, em um dos maiores bairro do Estado de São Paulo, localizada na Região Metropolitana de Campinas-SP, na cidade de Hortolândia; as pessoas pareciam não se importam em caminhar na rua sem máscara e pior, caminhavam como se estivessem em pleno carnaval com latinhas da cerveja na mão sem o menor pudor ou responsabilidade.

Pouco metros do vaivém na avenida, uma residência reunia jovens para uma celebração, e de novo, a bebida e o ajuntamento davam o tom da realidade inconsequente e irresponsável. Dizer que falta informação seria admissão de culpa.

Essa tem sido a conjuntura bem ao lado daquela outra em que o negacionismo inconsequente é explicito e exercido pelo chefe da Nação. Nessa toada o Coronavirus deve assumir a posição de executivo caso persista o cenário atual, e desculpe, não haverá pai nosso ou ave maria, muito menos transe de pastores para nos livrar desse mal.

Um bom domingo, com proteção e responsabilidade.

Imagem capturada do Portal G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui